segunda-feira, 12 de março de 2012

Um soninho descansado


Difícil e dolorosa a forma de te amar... de te fazer lembrar em mim.Já partistes sem querer...
Ela levou-te rápido demais
Difícil mas maravilhosa a forma de te amar de te fazer lembrar em mim
Estranha a minha forma de te sentir Avó
Diferente é tudo em mim desde que partiste
Sinto saudades da tua comida deliciosa que emito orgulhosamente
Das fatiotas que moldávamos e cozíamos na tua máquina de costura
Acredita que lembro sempre os teus ensinamentos e as tuas prioridades
Revejo-me sempre em ti, quero ser como tu… Perfeita aos olhos de quem amo
Como me explicaste a Vida nem sempre é fácil já percebi…Avó
Queria ter o dom de vos fazer voltar a ti e a Ele exemplos da minha Vida
Sempre me incentivaste a lutar e a vencer…Apoias-me ainda?
Sinto que nem sempre estive à tua altura…mas o amor falou mais alto e continua a fazê-lo
Preciso recordar o olhar doce, comunicativo e o teu ar altivo
A tua maneira de ser autêntica e natural
Ajuda-me a seguir em frente com a tua força…vigia-me daí
Dou-te tudo o que é meu, pois recebi muito mais de ti
Necessito da  presença das tuas memórias do teu nome escrito por ai….Guilhermina
Foste tu quem me ensinou aos quatro anos as primeiras letras
Orgulhavas-te disso e fazias questão de o dizer
Agora é da tua inspiração que preciso para continuar…Conto contigo Avó
Aprendi contigo as distinguir o bom do menos-bom…E o mau avó? Evitavas sempre
Eu percebo mas não o faço com Eles o Mundo mudou…e tanto
As crianças hoje pensam que os frangos nascem das árvores e as frutas nos supermercados…
Eles não Avó…fica descansada que reconhecem o cheiro da terra e o gosto de brincar com ela
Se Eles são a minha existência Tu e Ele são as minhas memórias
Somos a vossa imagem a vossa força a continuação da vossa Vida
Estamos juntos no querer com muita intenção a nossa música “Aquela”
Aquela que sempre cantarolavas …
…“Oh papão sai de cima do telhado…deixa o meu amor dormir um soninho descansado”…
Também lhes cantei essa letra… mas ele ainda lá está muitas vezes. Mas... afastei-o sempre …
Agradeço-te a ajuda e sinto que afinal continuas aqui…No nosso desejo de te ter eterna.


7 comentários:

  1. Emocionei-me muito com seu texto. Também eu tenho saudades da minha avó. As suas palavras são muito bonitas. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho:)É sempre tão bom lembrar as mulheres da nossa vida...
      Mulheres que sós ou em conjunto com homens nos ensinaram a viver...este é o meu caso.(recordarei para sempre os meus avós)
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Ler as tuas palavras é voltar atrás no tempo, um tempo que sei agora foi o melhor da minha vida. Depois, depois a vida vai seguindo o seu rumo inexorável e tantas vezes amarga e triste, mas, lá está o tal mas, lembramo-nos da avó ou da mãe, do seus ensinamentos e amor, e então parace que a vida volta a sorrir. è muito bom ler-te!! mj

    ResponderEliminar
  3. Se quiser partilhar, esteja à vontade. Com a minha página já fiz like na sua!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  4. As recordações podem ser tudo o que resta..temos que nos agarrar a elas :)

    obrigada por tanto elogio :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita os elogios são mérito seu:)

      Eliminar