segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Construir o “eu” em mim


Eu
Eu sou um conjunto imenso de desculpas, desculpo-me por não ter feito,por não ter sido…
Por não ter conseguido,por ter continuado e por não ter desistido
Confusão de desculpas, de lutas interiores e subterfúgios vãos
Peço desculpa, por me ter acomodado e não ter conseguido soltar a voz
Gritar ao Mundo que te queria diferente
Que queria também eu ser desigual mas autêntica, diferente da maioria
Desculpei-me  mas enganei-me e interroguei-me,tantas vezes…
Vezes demais para mim e para nós
Sentir misturadas as emoções, as loucuras contidas e o medo de errar, por te querer para mim
Conter alegrias actuais e outras mais antigas, adiadas depois de desejadas,deixar-me ultrapassar
Dentro de mim vive um vulcão, que vou contendo e descobrindo num devagar  urgente
Não divulgo as razões, porque de desculpas estou cansada e viciada noutras tantas
Dentro de mim vive uma força enorme, que não se mostra porque não se aceita verdadeiramente por receio de atitudes falhadas e incompletas
Por inadaptação a mim…Imagine-se a desculpa para desculpar tal sensação... Inadaptabilidade pura.
Estou sempre em transformação, nunca estarei pronta a meus olhos…Tão pouco aos teus me parece
Assim sou eu e a luta, da descoberta eterna do melhor de mim
Acomodei-me tanto que me habituei e resignei …
Pensavas tu,mas não,estou em transformação por nós e por eles
Sempre quis mais, quis coisas simples como… Sorrisos e liberdade,e música ...música no silêncio
Desculpar o dia de hoje porque o de amanhã será melhor e viver um dia atrás do outro naturalmente
Conhecer-me,amar-me,viver as emoções ao momento e sobreviver intocada pela rotina fútil
Eu sempre quis acordar cada manhã, feliz por quem era e consciente do dia novo que acontecia
Eu e “ela” sempre nos escondemos de “nós” aos olhos de quem não nos quis ver…ajudar,apoiar
Pedimos desculpa  então… pela insistência
Eu estava aqui …Eu e “ela” as duas num  só corpo
Nem todos tem a capacidade.complexa do perdão,aquela característica nobre
Hoje sou mais eu,menos dúvida mais razão …
E se me perguntarem o que me motiva e me resolve
E a razão que me leva a escrever estas frases...
Desculpem-me as incertezas e embaraços
Mas é difícil separar-me dela…e  construir o “eu” em mim





6 comentários:

  1. eu só queria manifestar a minha admiração por todos os seus textos...Obrigado continue

    ResponderEliminar
  2. Ler o que escreve faz-me compreender-me melhor!!!! Rosa santos

    ResponderEliminar
  3. Como vês, na tua complexidade és apesar de tudo um modelo a seguir e existe muita gente neste momento que se vai compreendendo melhor ao ler o que escreves, porque há muita gente a sentir sensações idênticas, inexplicáveis para si no momento, mas que ao ler o que escreves de repente se faz "luz" e o mundo tem outra dimensão. beijo mj

    ResponderEliminar
  4. Oh carlinda você não é complexa você é inteligente...Parabéns lindo

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  6. É PERFEITO ASSIM COMO TODOS, FAZ-NOS REVER NAS SITUAÇÕES, NOS SENTIMENTOS NAS EMOÇÕES É MUITO ENVOLVENTE É FANTÁSTICO A MANEIRA COMO ME CONSEGUE PRENDER À LEITURA QUANDO ATÉ *À POUCO TEMPO* NEM GOSTAVA DE LER, NÃO DEIXE DE SER COMO É, E OBRIGADO POR EXISTIR

    ResponderEliminar